A edição de 2019 do conceituado Academic Ranking of World Universities, o mais antigo e um dos mais prestigiados rankings internacionais do Ensino Superior, vem reiterar a posição consolidada da Universidade de Lisboa (ULisboa)  entre as melhores universidades mundiais. Dada a conhecer na última semana, a conceituada listagem coloca a ULisboa entre as 101 e 200 melhores universidades do mundo, e mais uma vez como a melhor a nível nacional.

Para além de manter a posição em dois dos indicadores, a ULisboa orgulha-se de subir a sua avaliação em quatro dos seis indicadores, nomeadamente o número de autores Highly Cited na lista da Clarivate Analytics, o número de publicações em revistas científicas de “Nature and Science”, e o número de artigos indexados no Science Citation Index-Expanded e no Social Science Citation Index, assim como a melhoria no desempenho da produção per capita.

Há outras instituições de ensino portuguesas entre as 500 melhores universidades do mundo sendo elas: a Universidade do Porto – posicionada no intervalo 301 a 400 – e as Universidades do Minho e Nova de Lisboa – que se posicionam entre as 401-500 melhores instituições a nível mundial. Também as universidades de Coimbra e Aveiro constam desta edição do ranking ocupando respetivamente os intervalos 501 a 600 e 601 a 700.

Elaborado anualmente pela Shanghai Ranking Consultancy, a edição deste ano analisou mais de 1800 Universidades das quais foram selecionadas as 1000 melhores mediante a qualidade da educação, docência, investigação e desempenho per capitadas mesmas.

Pelo 17.º ano consecutivo, a Universidade de Harvard garante o 1.º lugar do pódio no ranking de Xangai. Seguem-se as Universidades de Stanford (EUA), Cambridge (Reino Unido), Massachusetts Institute of Technology (EUA) e Berkeley (EUA), respetivamente. A ETH Zurich lidera as Universidades Europeias com o 19.º lugar, seguindo-se a University of Copenhagen (26.º Lugar).